Não existe idade para amar

Hoje pela manhã enfrentei o transporte público de todo dia para ir trabalhar: ônibus, metrô, ônibus. Mais um dia na minha rotina “agitada”. Qual não foi minha surpresa ao presenciar uma cena super fofa no metrô?

Estava olhando pro nada, pensando na vida, quando dois idosos entraram no vagão: uma senhora com traços indígenas, poucos cabelos brancos e uma mochila com flores rosas e azuis e um senhor com bigode e uma pasta de couro preta. Cederam os lugares para os dois, que entraram conversando. Então o senhor de bigode começou a falar algo mais baixo para a senhora das flores, e ela começou a rir sem graça. Ele então abriu a pasta de couro, pegou um caderno verde e uma caneta, e pediu o telefone da senhora. Ela passou, toda sem graça, e ele anotou todo sorridente. E todos no vagão olhavam aquela cena e sorriam, provavelmente imaginando como situações dessas são difíceis de encontrar nos dias de hoje.

Dica do dia: não deixe de acreditar. Em algum momento da sua vida você encontrará uma pessoa com um caderno verde, que te fará lembrar como amar é bom!

coração-vermelho-sobre-o-verde-23979071

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s