Uma viagem a Dublin – Parte 1

Bom dia pessoal!! Estou escrevendo esse post diretamente do aeroporto de Madri. Provavelmente só postarei mais tarde porque o “WiFi Grátis” não funciona.

São 06:55 aqui, e 01:55 em São Paulo. Noooooossa!

Gente, acho que a maioria das pessoas que leem o meu blog sabe que eu nunca tinha entrado em um avião. Essa foi a primeira vez. Vou contar todos os detalhes!

  1. Como não podia deixar de ser, lágrimas. Nossa, eu chorei muito, minhas irmãs choraram muito, minha mãe chorou muito!
  2. Check-in: a máquina de fazer o check-in não funcionava. Tive que pegar fila. Droga! 1 hora na fila para fazer o check-in, não pude escolher o meu assento, precisava ir direto para a sala de embarque. Detalhe: eu não tinha nem tomado café, e eram 13:49!
  3. Esqueci meu Kindle. O que eu faria durante 9:30h de voo sem um livro pra ler? Logo passei na Fnac, que estava após a Imigração. Paguei R$ 89,90 em três livros de terror! (Sei que um deles é o Drácula, que já estou na metade).
  4. Estava com fome, então parei para comer um misto quente com um suco. R$ 24,90! Tiro meu rim agora ou depois?
  5. A subida é uma merda! Na hora que aquele avião começou a subir, e a câmera mostrando na televisão tudo sumindo, meu pai do céu! Fechei os olhos e fiquei rezando bem baixinho, para não passar vergonha, lógico.
  6. Achei que iria fazer amizade com a menina da esquerda. Engano meu!
  7. Achei que iria fazer amizade com o moço da direita. Engano meu! Nesse caso foi ainda pior, porque tinham duas peruas que queriam sentar juntas, e fizeram o menino ir para o fundo do avião. Ficaram o voo inteiro falando sobre as viagens para Paris, sobre quantas vezes vieram até Madri, blablabla, o menino que era bonito mas elas não queria ficar com ele, blablabla.
  8. A comida é divina! O almoço parecia uma refeição completa: macarrão com um molho que não faço ideia do que que era, pão, polenguinho, margarina, um doce que também não sei o que era, suco, salada e café. O café da manhã outra maravilha: misto frio, chocolate, muffin (enfiei na mochila, lógico), suco e café.
  9. A televisão do avião é outra coisa maravilhosa. Só pra ter ideia, um dos filmes disponíveis é ‘Os Vingadores 2 – Era de Ultron’! Assisti várias coisas hahaha.
  10. A transferência em Madri. Meus senhores, essa ainda está acontecendo, mas já começou causando. Saí do avião toda feliz e tal. Segui as placas em inglês me achando porque estava entendendo tudo. Beleza. Viva! Peguei a fila. Tinha que passar de novo pelo detector de metal. E eu, toda linda, esqueci de tirar o notebook da mochila. O moço começou a falar um espanhol corrido comigo, eu não entendia nada, o ouvido tampado por causa da pressão (está tampado até agora). Falei pra ele: WHAT? Finalmente ele percebeu que eu estava boiando. Tirei o notebook da bolsa, voltei pra fila, tudo de novo. Beleza, tudo certo. Não! O portão de embarque na passagem é o U, e na placa é o J! Detalhe: preciso pegar um trem de um terminal pro outro. Tive que passar no balcão de informações. A moça: ¡Hola! (Nem sei se é assim que se escreve isso). Acho que me fiz entender no meu Espanglês/Portunhol. Estou sentada em frente ao portão U, aguardando ansiosamente. Ainda tenho 1:30h de espera, então estou pensando em terminar o Drácula.

Tá um calor do inferno! 33º nesse lugar. Saí de SP com roupa pra 13º. Estou suando igual um leitão. AFF

Beijos de luz!

PS: Acho que não vou parar de escrever aqui. Só acontecem coisas novas a cada minuto. Sentaram umas 15 pessoas aqui. Acho que são todos brasileiro. Acho não, tenho certeza.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s